A Fuga das Minhocas


Você já conhece a Ana Beatriz de Souza e Souza? Pois ela é a personagem principal do livro que escrevi sobre compostagem – e que inspirou esse blog. A Fuga das Minhocas, ilustrado pelo grande Orlando Pedroso, conta a história de um grupo, liderado pela espevitada Ana Beatriz, que foge de um herbário e acaba conhecendo a, literalmente, dura realidade de São Paulo. Ela tem nome de princesa, porte de modelo, mas é apenas uma minhoca. Apenas?!? Parece que quem está escrevendo esse blog não sabe a importância desse animalzinho na cadeia alimentar...



quarta-feira, 4 de maio de 2011

Humor de minhoca

Sabia que as palavras homem e humanidade vêm de húmus?
Pois é, do pó vieste ao pó voltarás :)
E com certeza as minhocas e outros bichinhos ajudarão nessa transformação!
Leia esse poema de Augusto dos Anjos


Psicologia de um vencido

Eu, filho do carbono e do amoníaco,
Monstro de escuridão e rutilância,
Sofro, desde a epigênesis da infância,

A influência má dos signos do zodíaco.
Profundíssimamente hipocondríaco,
Este ambiente me causa repugnância...

Sobe-me à boca uma ânsia análoga à ânsia
Que se escapa da boca de um cardíaco.
Já o verme — este operário das ruínas —

Que o sangue podre das carnificinas Come,
e à vida em geral declara guerra,
Anda a espreitar meus olhos para roê-los,

E há-de deixar-me apenas os cabelos,
Na frialdade inorgânica da terra!

Um comentário:

  1. Oh, pueril e doce donzela
    Nao fossem tao jocosas
    Tais rimas mal-cheirosas
    Seriam tudo, menos belas
    Por ti, tulipas e rosas
    Colhi e tasquei na lapela

    ResponderExcluir