A Fuga das Minhocas


Você já conhece a Ana Beatriz de Souza e Souza? Pois ela é a personagem principal do livro que escrevi sobre compostagem – e que inspirou esse blog. A Fuga das Minhocas, ilustrado pelo grande Orlando Pedroso, conta a história de um grupo, liderado pela espevitada Ana Beatriz, que foge de um herbário e acaba conhecendo a, literalmente, dura realidade de São Paulo. Ela tem nome de princesa, porte de modelo, mas é apenas uma minhoca. Apenas?!? Parece que quem está escrevendo esse blog não sabe a importância desse animalzinho na cadeia alimentar...



segunda-feira, 26 de agosto de 2013

Hortas urbanas

Os 17 mil habitantes da pequena Todmorden (Inglaterra) podem "fazer a feira" de graça nos canteiros da cidade. Há cinco anos ali floresce The Incredible Edible Todmorden: hortas coletivas em espaços públicos. As mais de 40 hortas são cultivadas em banheiras, no quintal da delegacia, em jardins de centros de saúde e até no cemitério! A ideia é incentivar a comunidade a cultivar seu alimento e pensar sobre os recursos que consome. No início, o projeto atraiu apenas meia dúzia de interessados; hoje é aceito por grande parte dos moradores. “Queremos dar início a uma revolução”, diz Pam Warhurst, cofundadora do projeto, durante sua palestra no TEDSalon, em Londres. “As pessoas querem ações positivas nas quais possam se engajar e, bem no fundo, sabem que chegou a hora de assumir responsabilidades e investir em mais gentileza com o outro e com o meio ambiente”.
No Brasil temos também nossas hortas urbanas: https://www.facebook.com/groups/horteloes/


Fonte: http://planetasustentavel.abril.com.br/blog

Transgênicos? Nem mesmo os funcionários da Monsanto querem!

Jornais independentes publicaram que nos refeitórios da Monsanto da cidade de High Wycombe, Buckinghamshire, no Reino Unido, os alimentos não são feitos com ingredientes geneticamente modificados. Colocado pela empresa responsável pela alimentação, um cartaz avisa. "Foram removidos tando quanto possível ingredientes de milho e soja dos alimentos. (...) Tomamos as medidas para garantir que o cliente tenha confiança no alimento consumido". 


O militante Adrian Bebb da ONG Friends of the Earth (http://www.foe.co.uk/) comentou que o público tem suas preocupações com ingredientes geneticamente modificados. "Agora parece que até mesmo a Monsanto não tem confiança nesta nova tecnologia, da qual ela defende e propaga no mundo todo."

Fonte: